Como a educação financeira pode ajudar a vida das pessoas?

Como a educação financeira pode ajudar a vida das pessoas?
Finanças e Contabilidade

14/01/2022

A educação tem como objetivo ensinar ao ser humano para que ele tenha conhecimento de algo e saiba desenvolvê-lo na prática ao longo da vida. Seguindo essa mesma linha de raciocínio, a educação financeira tem como propósito fazer com que as pessoas aprendam a administrar o próprio dinheiro, de forma honesta, praticando princípios financeiros saudáveis com o objetivo de prosperar cada vez mais.

Com o estudo das finanças, é possível desenvolver a habilidade de investir os próprios recursos adquirindo confiança para alcançar os objetivos. A formação financeira oferece diversas vantagens como planejamento financeiro pessoal, aprendizagem em administrar o próprio consumo, além de minimizar as dificuldades e problemas que possam surgir eventualmente, prevenir e até mesmo impedir endividamentos, inadimplências, descontrole e insegurança orçamentária.

Por que a Educação Financeira é tão importante?

A educação financeira é fundamental para o progresso social e econômico de um país. Uma população educada financeiramente, não só saberá gerir melhor seus salários e bens como passará a entender melhor sobre economia e mercado. Assim, como consequência tende a apresentar uma educação política de qualidade, compromisso social e valorização do trabalho.

Sendo assim, muitos governos, associações e iniciativas privadas investem em programas de educação financeira no Brasil para conscientizar a população sobre sua importância e de colocar em prática o aprendizado. Ações como esta ajudam a evitar, por exemplo, altos graus de endividamento, o que prejudica a economia do país como um todo.

Livros para aprender sobre educação financeira

Embora seja possível acessar muitas informações por meio de pesquisas na internet, também é preciso focar em conceitos essenciais. Por isso, tanto iniciantes quanto investidores mais experientes podem recorrer a livros para aprender sobre educação financeira,existem muitos bons livros para começar a estudar.

“Como organizar sua vida financeira”, de Gustavo Cerbasi

Com dicas práticas, a obra de Gustavo Cerbasi permite que você identifique tanto seu perfil de investidor quanto de consumo.

A partir disso, apresenta dicas úteis para cuidar da sua vida financeira, desde a administração de dívidas e o uso de crédito até como declarar o Imposto de Renda ou fazer investimento.

“Pai Rico, Pai Pobre”, Robert Kiyosaki

Considerado um dos livros mais populares sobre o uso do dinheiro, o título assinado por Robert Kiyosaki aborda a importância do ensino sobre finanças para crianças, jovens e adultos.

Por meio de um raciocínio composto por teorias apresentadas de um modo simples, ele busca fomentar a inteligência financeira.

“O Investidor Inteligente”, Benjamin Graham

Benjamin Graham é considerado o mentor de investimentos de Warren Buffett, um dos maiores investidores da história. Ele também foi o responsável por desenvolver a estratégia value investing, que busca ações negociadas por um preço menor do que realmente valem.

Em seu livro mais famoso, Graham explica sua teoria focada no valor de investimento e mostra como qualquer pessoa pode tomar decisões melhores ao operar no mercado de ações.

“Os Segredos da Mente Milionária”, T. Harv Eker

Além de mudar suas atitudes, a educação financeira exige uma mudança de pensamento e visão sobre o dinheiro. É por isso que a obra de T. Harv Eker pode ser importante em sua formação.

Mais que um curso de educação financeira, o título mostra como você deve mudar sua visão sobre o dinheiro e como adotar hábitos de pessoas bem-sucedidas. A proposta do autor é que, ao final, você seja capaz de trocar uma visão destrutiva por novos modos de agir em seu cotidiano.

“Quem Pensa Enriquece”, Napoleon Hill

Escrito originalmente em 1937, o livro de Napoleon Hill é baseado em dados obtidos em análises e estudos que duraram mais de 20 anos. O autor buscou entender o que levou mais de 15 mil pessoas ao sucesso financeiro — incluindo cifras milionárias.

Ao longo de suas páginas, o título apresenta 13 pontos, chamados de princípios, que norteiam a filosofia financeira desenvolvida por Hill.

CONCLUSÃO

Esta pesquisa permitiu perceber como a educação financeira está diretamente relacionada ao bem-estar, pois ela exerce uma influência extremamente positiva na qualidade de vida do indivíduo. Essa percepção inicia-se no momento em que a pessoa compreende, por meio do ensino e da aprendizagem, que ter dinheiro não depende tão somente do quanto se ganha, mas, principalmente, do quanto se gasta e dos hábitos e da disciplina para reduzir esses gastos.

Observou-se que a educação financeira é um processo transformador e fazer um planejamento financeiro pessoal é indispensável, considerando que esta é uma prática que auxilia no sucesso para alcance dos objetivos de curto, médio e longo prazo, de forma digna e segura.


Posts Relacionados

O Que é Branding?

O Que é Branding?

A palavra do momento, escutamos toda hora essa palavra, mas o que isso se signif...

→ Leia mais...
Como usar vídeos no Instagram?

Como usar vídeos no Instagram?

Você já parou para pensar que a velocidade em que o usuário desliza pela timeli

→ Leia mais...
Como conquistar novos seguidores no Instagram?

Como conquistar novos seguidores no Instagram?

O Instagram é uma das maiores redes sociais do mundo, somando mais de 600 milhõe...

→ Leia mais...
André Andrade

André Andrade


André Andrade e gerente de produtos desde 2005 e sócio diretor da Estúdio Site Ltda. Formado em Análise de Sistema, atuou no desenvolvimento de mais de 200 projetos, onde trabalhou no levantamento de requisitos, arquitetura da informação, design das telas, desenvolvimento e etc. Hoje possui grandes cases principalmente utilizando o Moodle, CMS Joomla e com o framework Bootstrap Twitter.

→ Veja o Perfil Completo